Adrenalina: funções e importância

Abril 2018

Muito se fala sobre adrenalina, especialmente em situações que exigem alta intensidade física, como a prática de esportes radicais. Poucas pessoas, no entanto, sabem exatamente do que se trata essa substância produzida pelo corpo humano. Conheça melhor a adrenalina.


O que é adrenalina

A adrenalina, também chamada de epinefrina, é um hormônio neurotransmissor secretado pelas glândulas suprarrenais. Descoberta no final do século XIX, a adrenalina atualmente também pode ser produzida artificialmente.

Funções da adrenalina

A principal função da adrenalina é preparar o organismo para situações de estresse, isto é, situações que exijam grandes esforços físicos, tais como saltar de paraquedas, e fugir de algum perigo. Quando uma descarga de adrenalina é lançada no sangue, uma série de modificações ocorrem no corpo: o coração acelera, as pupilas dilatam, a capacidade respiratória aumenta, o nível de açúcar no sangue sobe e um maior fluxo de sangue é deslocado para os músculos. Desta forma, a pessoa se torna mais atenta ao ambiente que a cerca e está apta para reagir rapidamente aos riscos que poderão vir.

Importância histórica da adrenalina

Muitos historiadores apontam que a adrenalina desempenhou papel crucial na evolução humana e na seleção natural. No período pré-histórico, onde os riscos à vida eram maiores e a capacidade física do indivíduo era mais preponderante para sua sobrevivência, humanos com liberação mais elevada de adrenalina apresentavam chances mais elevadas de superar os perigos impostos pela vida em maior contato com a natureza e predadores.

Adrenalina como medicamento

A adrenalina também pode ser usada como medicamento. A epinefrina injetável é utilizada nos casos de parada cardíaca e choque anafilático, bem como para o tratamento da asma brônquica. Como visto, as injeções de adrenalina são usadas principalmente em casos de emergência médica.

Foto: © linnas - 123RF.com
Publicado por Pedro.CCM. Última modificação: 11 de abril de 2018 às 06:17 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Adrenalina: funções e importância', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.
Síndrome de Patau: tratamento e diagnóstico
Bicho geográfico: sintomas, diagnóstico e tratamento