Lábios ressecados: causas e prevenção

Faça uma pergunta
A pele da boca é muito mais sensível e delicada do que o resto do rosto. Por conta disso, devemos ter maiores cuidados com a proteção desta área, principalmente em períodos com poucas chuvas, quando os lábios tendem a ficar mais secos, desidratados e sem cor. Esta situação pode causar rachaduras na pele que causam ardor e incômodos ao falar e mastigar.


Lábios ressecados com bolhas

Além do ressecamento e as rachaduras dele provenientes, os lábios também podem ter bolhas. Nestes casos, mais graves, os cuidados devem ser redobrados para evitar que a situação se complique e, principalmente, garantir uma recuperação completa.

Causas dos lábios ressecados

As principais causas do ressecamentos dos lábios são clima seco, normalmente registrado no inverno, mudanças bruscas de temperatura, poluição ambiental e exposição excessiva ao sol.

Tratamento dos lábios ressecados

Em primeiro lugar, é muito importante manter a boca sempre hidratada bebendo muita água e utilizando hidratantes, como manteiga de cacau e protetor solar específico para os lábios. Por outro lado, nunca umedeça os lábios com a língua. A saliva, apesar de garantir alívio imediato, deixará a boca ainda mais desidratada ao secar. Também evite arrancar peles mortas com as mãos. O tratamento dos lábios ressecados também pode passar pelo uso de suplementos vitamínicos já que em muitos casos as feridas labiais se devem a uma carência de vitamina B2.

Prevenção dos lábios ressecados

A melhor forma de combater os lábios ressecados é prevenindo sua ocorrência. Para isso, além da hidratação constante, deve-se evitar a todo custo o uso de batons de longa duração. Ao manter a coloração por mais tempo, esse tipo de produto também resseca mais a pele da boca, aumentando o risco de rachaduras e feridas. O uso de hidratantes labiais de maneira ininterrupta - e não apenas quando há ressecamento - também é bastante recomendado.

Como retirar a pele ressecada

A forma de retirar a pele ressecada também é essencial para o tratamento. Antes de tudo, não retire as peles usando os dedos ou de maneira agressiva, pois isso só tende a piorar o prognóstico da recuperação. O conselho é utilizar escova de dentes ou toalha úmida para tirar o excesso de pele. Faça isso à noite, de modo bastante suave pois a sensibilidade desta parte do corpo é alta e qualquer dano pode agravar o problema.

Foto: © Cessna152 - Shutterstock.com
Dra. Marta Marnet

CCM Saúde é uma publicação informativa realizada por uma equipe de especialistas de saúde e redatores supervisionados pela Dra. Marta Marnet (número de registro 19741 no Colégio de Médicos de Barcelona, Espanha).

Mais informações sobre a equipe do CCM Saúde

Veja também