Alopecia areata: queda do cabelo em placas

Novembro 2017

A alopecia areata do couro cabeludo é uma forma de queda do cabelo que se dá em placas. As causas desse fenômeno ainda não foram precisadas por pesquisadores, mas provavelmente o problema dermatológico é autoimune, ou seja, devido à agressão de células do organismo pelos próprios anticorpos.


Sintomas da alopecia areata

A alopecia areata mais frequente se manifesta pela queda de partes inteiras do cabelo, normalmente chamadas de placas de cabelo. Em geral, o cabelo cai em uma zona bem determinada e se mantém sem danos no resto da cabeça. O problema afeta qualquer parte do couro cabeludo.

O tamanho da região afetada pela condição varia de 1 a 5 centímetros de diâmetro e o cabelo nas bordas da área se torna mais curto e ralo enquanto o couro cabeludo descoberto não apresenta cicatrizes ou qualquer outra mudança na pele. Há outras formas de alopecia, que podem promover a perda de todo o cabelo e até mesmo de todos os pelos do corpo, incluindo sobrancelhas e cílios.

Diagnóstico da alopecia areata

O diagnóstico da alopecia areata é clínico e dispensa qualquer exame complementar para ser feito por um dermatologista.

Riscos da alopecia areata

A alopecia areata acomete tanto homens quanto mulheres de qualquer idade e também pode afetar crianças. O problema não é uma doença grave nem provoca outras complicações, mas sua ocorrência, especialmente em mulheres, pode ter repercussões psicológicas importantes e refletir na qualidade de vida.

Tratamento da alopecia areata

Na grande maioria dos casos, o cabelo volta a crescer de maneira natural entre seis e 18 meses após o aparecimento do problema. Em caso contrário, diversos tratamentos podem ser propostos pelo médico. Entre eles está o uso de corticoides (aplicação cutânea, via oral ou injeções locais) que pode ser prescrito para estimular o crescimento do cabelo. Em situações mais graves, também há tratamentos de fototerapia e com imunossupressores. Outro opção, quando o médico identifica que a queda de cabelo possui um fundo emocional, é utilizar uma abordagem psicológica.

Prevenção da alopecia areata

Por ainda não ter suas causas claramente definidas, também não é possível indicar métodos que previnam a ocorrência da alopecia areata.


Foto: © Fotolía.
Publicado por Pedro.CCM. Última modificação: 7 de agosto de 2017 às 16:14 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Alopecia areata: queda do cabelo em placas', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.