Simeticona: para que serve, como tomar e efeitos colaterais

A simeticona, conhecida também pelo nome comercial Luftal, é um medicamento para o tratamento de gases. O produto é encontrado em drogarias na forma de comprimidos ou em gotas.


Para que serve (indicação)

A simeticona é indicada para o tratamento de pacientes com excesso de gases no aparelho digestivo e alívio dos sintomas secundários, tais como desconforto, inchaço e cólica abdominal. O remédio também é usado na preparação para exames, como endoscopia e colonoscopia.

Como tomar (posologia)

A posologia recomendada de simeticona em gotas varia apenas em função da idade do paciente. Não há outras condições que exijam redução da dosagem, que não deve ultrapassar os 500 miligramas - 200 gotas ou quatro comprimidos - diários.

Atenção: não tome simeticona ou qualquer outro medicamento por conta própria. Siga estritamente as recomendações de seu médico e não interrompa o tratamento antes do tempo previsto sem consultá-lo. Em caso de efeitos colaterais graves, informe o médico imediatamente.

Simeticona em gotas

Para crianças até 2 anos, deve-se dar de quatro a seis gotas de simeticona três vezes ao dia. Para crianças até 12 anos, a dosagem é de seis a 12 gotas de simeticona também três vezes ao dia. Para maiores de 12 anos, a posologia é de 16 gotas três vezes ao dia. O frasco de simeticona em gotas não precisa ser agitado antes do uso.

Simeticona em comprimido

A posologia da simeticona em comprimido é de até quatro comprimidos ao longo do dia. Eles podem ser ingeridos após as refeições ou antes de dormir. As cápsulas gelatinosas não devem ser cortadas ou mastigadas.

Efeitos colaterais

A simeticona - tanto em gotas quanto em cápsulas - não é absorvida pelo organismo, agindo diretamente sobre o sistema digestivo. Por conta disso, os efeitos colaterais são raros e leves. As únicas reações adversas possíveis são dermatológicas: eczema de contato e urticária.

Contraindicações

A simeticona em gotas é contraindicada para pessoa que possuem alergia a substâncias da fórmula ou apresentam inchaço abdominal importante, cólica intensa, dor abdominal por mais de 36 horas e volume palpável na região do abdômen. Grávidas e mulheres amamentando só devem tomar simeticona sob prescrição médica. Já a simeticona em comprimidos apresenta uma contraindicação a mais: crianças abaixo dos 12 anos não devem usar o medicamento.

Composição

Cada mililitro (ou 30 gotas) de simeticona contém 75 miligramas da substância mais excipientes (glicerol, sorbitol, povidona, sacarina sódica, ciclamato de sódio, benzoato de sódio, metilparabeno, propilparabeno, ácido cítrico, citrato de sódio, goma xantana, aroma de laranja e água purificada).

Cada comprimido contém 125 miligramas de simeticona mais excipientes (gelatina, glicerol, metilparabeno, propilparabeno, corante FDC azul nº 1, corante FDC verde nº 3 e água purificada).

Foto: © Kotin - Shutterstock.com
Publicado por Pedro.CCM. Última modificação: 4 de maio de 2018 às 11:30 por Bruna.CCM.
Este documento, intitulado 'Simeticona: para que serve, como tomar e efeitos colaterais', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.
Proctyl: para que serve, posologia e efeitos colaterais
Omeprazol: como tomar e efeitos colaterais