Bronquiolite do recém-nascido

Faça uma pergunta
A bronquiolite do recém nascido é uma doença muito comum em crianças com menos de 2 anos. Geralmente causada pelo Vírus Sincicial Respiratório (VSR), pode gerar sintomas de gripe leve até um quadro grave de dificuldade respiratória.


Definição de bronquiolite do recém-nascido

A bronquilolite do recém-nascido nada mais é do que o inchaço e acúmulo de muco nos bronquíolos - passagens menores de ar presentes nos pulmões. Causada, na maioria das vezes, por vírus respiratório, é contagiosa e surge geralmente por pequenas epidemias nas creches. Essa doença requer cuidado rápido para impedir uma evolução para forma mais grave.

Diagnóstico da bronquiolite

Para saber se um bebê é afetado por uma bronquiolite, o médico ou pediatra questionará os pais sobre a atitude da criança e eventuais problemas respiratórios. O diagnóstico normalmente é feito apenas com um exame clínico, no qual o especialista observará a condição respiratória do recém-nascido, atentando para possíveis crepitações ou apitos durante a ausculta. Uma radiografia dos pulmões pode ser realizada para eliminar a possibilidade de infecção pulmonar. Nenhum outro exame complementar é necessário.

Sintomas da bronquiolite do recém-nascido

A doença se manifesta de diferentes maneiras. Os sintomas mais comuns são, após um ou dois dias com o nariz entupido ou escorrendo, tosse, respiração difícil ou encurtada, febre geralmente entre 38 e 39°C, secreção emitida pelos brônquios escorrendo pela boca e persistência do escoamento nasal. Se uma criança apresentar grandes dificuldades respiratórias, uma consulta em urgência deve ser feita.

Tratamento da bronquiolite do recém-nascido

A bronquiolite do recém-nascido evolui espontaneamente para a cura em alguns dias, mesmo se a tosse persistir. Para amenizar os sintomas, os pais devem desentupir o nariz do bebê com a ajuda de soro fisiológico diversas vezes por dia, utilizando um conta-gotas.

A elevação da cabeceira da cama de 10° a 30° com a ajuda de um travesseiro colocado embaixo do colchão pode ajudar a criança a respirar, sobretudo à noite. Além disso, o fracionamento das refeições com desobstrução nasal antes de cada uma é aconselhado.

Um fisioterapeuta respiratório pode ajudar a drenar as secreções da bronquiolite do recém-nascido, patologia a ser levada a sério, principalmente nas crianças com menos de um ano e, em particular, nas que tenham menos de seis semanas.

Prevenção da bronquiolite

Para prevenir a bronquiolite, existe uma injeção a ser tomada mensalmente durante os dois primeiros invernos para as crianças mais expostas, principalmente os prematuros. Uma boa higiene das mãos e ausência de contato entre uma criança e um indivíduo doente são fundamentais.


Foto: © Satyrenko - Shutterstock.com
Dra. Marta Marnet

CCM Saúde é uma publicação informativa realizada por uma equipe de especialistas de saúde e redatores supervisionados pela Dra. Marta Marnet (número de registro 19741 no Colégio de Médicos de Barcelona, Espanha).

Mais informações sobre a equipe do CCM Saúde

Veja também