Como evitar problemas auditivos

Faça uma pergunta

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de um milhão de adolescentes e jovens adultos estão expostos a riscos de deficiências auditivas irreversíveis. As causas mais frequentes de problemas auditivos são traumatismos acústicos, otites crônicas, tumores, acidentes e a toxicidade de certos medicamentos. Conheça as melhores práticas para prevenir esse tipo de problema, que pode ter complicações graves.

Fatores de risco dos problemas auditivos

Pessoas que trabalham em ambientes muito barulhentos e aquelas que ouvem música alta muitas horas por dia têm alto risco de desenvolver problemas auditivos. Além disso, a idade também é um fator agravante para esse tipo de deficiências. O envelhecimento pode causar perdas auditivas irreversíveis.

Prevenção dos problemas auditivos

A principal medida para se prevenir de problemas auditivos é evitar a exposição prolongada a sons de intensidade alta. De acordo com a OMS, os ruídos em ambientes de trabalho não devem superar os 85 decibéis e a exposição pode chegar a no máximo 8 horas com intervalos e uso de proteção.


Em outras circunstâncias com ruídos mais intensos (bares e boates e eventos esportivos), a OMS preconiza exposição máxima de 100 decibéis durante 15 minutos.

Quem tem o hábito de utilizar fones de ouvido para ouvir música é aconselhado a reduzir o volume e limitar o uso dos aparelhos auditivos em 1 hora por dia.

Foto: © Dora Zett - Shutterstock.com
Dra. Marta Marnet

CCM Saúde é uma publicação informativa realizada por uma equipe de especialistas de saúde e redatores supervisionados pela Dra. Marta Marnet (número de registro 19741 no Colégio de Médicos de Barcelona, Espanha).

Mais informações sobre a equipe do CCM Saúde

Veja também