Causas da tosse crônica

Abril 2018

A tosse é um sintoma inerente de proteção do sistema respiratório. Distinguimos a tosse aguda, dura até quatro semanas, tosse subaguda, até oito semanas, e tosse crônica, que dura mais de oito semanas. A tosse pode ser específica e não específica, caso esteja associada a uma causa conhecida ou não. Por fim, falamos de tosse crônica refratária para falar da tosse crônica que persiste apesar das terapias dirigidas às associações conhecidas.


Tosse crônica é sintoma comum

A tosse crônica é um sintoma comum na prática clínica. Tem prevalência na população em geral entre 3,3% e 12%. O tabagismo está intimamente ligado à tosse crônica, pois há uma prevalência de tosse crônica três vezes maior em ex-fumantes do que naqueles que nunca fumaram. Uma maior prevalência de tosse crônica também tem sido associada à poluição ambiental.

Primeira consulta de paciente com TC

No primeiro contato do médico com um paciente com tosse crônica as causas gerais e sintomas associados devem ser avaliados. Se a pessoa com tosse crônica apresenta uma radiografia de tórax normal, não é fumante e não toma inibidores da enzima conversora de angiotensina (ECA) a investigação deve continuar até que se encontrem as causas do problema.

Causas da tosse crônica na via aérea superior

Existem cinco condições das vias aéreas superiores que podem apresentar tosse crônica: rinite alérgica, sinusite crônica em adultos, apneia obstrutiva do sono, disfunção das cordas vocais e refluxo gastroesofágico.

Outras causas de tosse crônica

Tosse crônica pós-infecciosa

A maioria das tosses que estão relacionadas a infecções do trato respiratório superior são resolvidas em até três semanas. No entanto, a tosse pode demorar mais tempo a desaparecer numa pequena proporção de pacientes. A Bordetella pertussis, responsável pela coqueluche, é cada vez mais reconhecida como uma causa da tosse crônica. O diagnóstico é feito com cultura e reação em cadeia da polimerase (PCR) em amostras de vias aéreas superiores. O tratamento antibiótico com azitromicina deve ser considerado em casos suspeitos.

Tosse crônica psicogênica

A tosse psicogênica não possui causa em uma condição física e sua origem é psicológica. Em 96% dos casos, a tosse psicogênica é encontrada em crianças e adolescentes. 95% dos pacientes não têm tosse durante o sono. A hipnose é eficaz na resolução de tosse em 78% dos pacientes. Em geral, o diagnóstico de tosse psicogênica deve ser feito após a exclusão de causas mais comuns da tosse crônica e quando a tosse melhora com mudanças de comportamento e terapia psiquiátrica.

Outros tipos de tosse crônica

Encontramos também tosse crônica em relação a várias profissões como trabalhadores da indústria de vidro e ambientes de trabalho com um elevado teor de pó e materiais orgânicos. A tosse crônica pela irritação do ramo auricular do nervo vago (nervo de Arnold) é rara mas pode ocorrer, como a tosse crônica que acompanha broncopatia osteocondroplásica.

Foto: © Ljupco-Smokovski - Shutterstock.com
Publicado por Joana.Saude. Última modificação: 1 de novembro de 2017 às 13:38 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Causas da tosse crônica', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.
Teste de esforço
Efeitos colaterais dos corticosteroides