Efeitos colaterais dos corticosteroides



Os corticosteroides são anti-inflamatórios esteroides que se distinguem da classe dos anti-inflamatórios clássicos cujo representante mais conhecido é o Voltaren. Eles são popularmente conhecidos por nomes como cortisona e corticoide e são apresentados em diferentes formas. A aplicação dos corticosteroides abrange um grande número de condições.

Comprimidos

Os corticosteroides prescritos na forma de comprimidos podem curar em poucos dias, contudo, é necessária uma prescrição médica para usá-los. Eles não causam efeitos colaterais nas doses prescritas mais comumente. Mas este não é o caso com tratamentos que se prolongam por várias semanas ou meses. Nestes casos, os medicamentos podem causar ganho de peso, atrofia da pele, obesidade, acne, entre outros efeitos.

Cremes ou pomadas

As pomadas ou cremes de corticosteroides aplicados diretamente à pele no tratamento de eczema podem desencadear efeitos colaterais e fragilizar a pele. Elas devem ser prescritos por um médico, porque não são consideradas como "pomadas", que podem ser aplicadas a qualquer momento. Efeitos colaterais surgem especialmente em crianças, se a sua aplicação tem a duração de semanas ou muitos meses sem orientação médica.

Spray nasal

Os corticosteroides prescritos sob forma local (spray nasal ou forma inalada) como parte de um tratamento contra asma não tem os mesmos efeitos colaterais que os corticosteroides prescritos na forma de comprimidos, quando utilizados por várias semanas. Estas drogas, contudo, também exigem o aconselhamento e prescrição de um médico.

Foto: © Martin Damen - 123RF.com
Publicado por Joana.Saude. Última modificação: 19 de dezembro de 2017 às 13:58 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Efeitos colaterais dos corticosteroides', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.
Causas da tosse crônica
Hipocondria: causas e tratamento