Hipertensão arterial: valores ideais

Abril 2018

Hipertensão arterial se refere ao aumento crônico da pressão arterial. A maioria das pessoas que apresenta hipertensão arterial não sabe da condição, já que a doença evolui de maneira gradual durante anos. A hipertensão é a doença cardiovascular mais comum do mundo e, em muitos países, é a principal causa de mortalidade.


O que é a pressão arterial

A pressão arterial é a pressão exercida pelo sangue, bombeado pelo coração, contra as paredes das artérias. A pressão arterial é a força que permite que o sangue circule pelos vasos. Em caso de hipertensão arterial, a pressão arterial está muito elevada e o coração acaba realizando mais esforço para bombear o sangue.

Valores da hipertensão arterial

Na hipertensão arterial, as cifras da pressão arterial são anormalmente elevadas. A pressão arterial se decompõe em dois valores: pressão arterial sistólica (a máxima) e pressão arterial diastólica (a mínima). Assim, a pressão arterial é expressa em valores indicados em milímetros de mercúrio.

O que é a pressão arterial sistólica

A pressão arterial sistólica, a mais alta, é o valor da pressão arterial durante a sístole cardíaca, ou seja, no momento da contração ventricular para bombeamento do sangue. O número superior de uma medição da pressão arterial corresponde à pressão arterial sistólica. Por exemplo, para uma pressão 12 por 8, a pressão sistólica equivale ao valor 12.

O que é a pressão arterial diastólica

A pressão arterial diastólica, a mais baixa, é o valor da pressão arterial durante a diástole cardíaca, ou seja, no momento do relaxamento ventricular. É a pressão realizada entre duas contrações, quando o coração se relaxa e fica cheio de sangue. Para uma medição da pressão arterial 12 por 8, temos que a pressão sistólica equivale ao valor 8.

Valores normais da pressão arterial

A pressão arterial é normal quando se valor é inferior a 14 por 9 ou, em termos técnicos, 140 milímetros de mercúrio (mmHg) por 80 mmHg. A pressão arterial sistólica não deve ultrapassar os 150 mmHg enquanto a pressão arterial diastólica não deve superar os 90 mmHg. Nesses casos, o paciente é considerado com hipertensão arterial. Para a definição do diagnóstico, no entanto, é necessário que os valores elevados sejam observados em diversos momentos.

Foto: © David Orcea - Shutterstock.com
Publicado por Pedro.CCM. Última modificação: 2 de janeiro de 2018 às 11:58 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Hipertensão arterial: valores ideais', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.
Remédios para combater infecção urinária
Vírus H1N1 em grávidas