Ferritina alta ou baixa: o que fazer

A ferritina é uma proteína importante, que atua na reserva orgânica de ferro. Presente em quase todos os seres vivos, encontra-se principalmente no fígado, baço e medula óssea. O aumento ou diminuição da taxa de ferritina no sangue pode indicar e provocar problemas.


Função da ferritina

A ferritina reflete o nível de ferro estocado no organismo. Geralmente, essa proteína armazena o ferro e o libera de maneira controlada, de acordo com a necessidade do organismo.

Valores de referência de ferritina

A variação normal da ferritina está entre 20 e 80 nanogramas por mililitro de sangue. Resultado abaixo de 20 ng/ml significa deficiência em ferro e acima de 80 ng/ml, sobrecarga. A dosagem de ferritina é solicitada quando o hemograma revela baixo nível de hemoglobina ou quando se constata a presença de hemácias descoradas e diminuídas de tamanho.

Ferritina baixa

A carência de ferro provoca a chamada anemia ferropriva. Outras manifestações da carência de ferro são fadiga crônica, fraqueza, tontura e cefaleia, sensação de queimação, lesões labiais, unhas arqueadas em forma de colher, falta de ar, sonolência, irritabilidade, zumbidos, dor torácica, dores nos membros inferiores, choque e insuficiência cardíaca.

Ferritina baixa é grave

Na maioria dos casos, a redução da ferritina no sangue é uma condição benigna, apesar de conter alguns riscos. O tratamento mais comum é a ingestão de ferro orgânico da carne e incremento da dieta com alimentos ricos em ferro, tais como carnes vermelhas e leguminosas. Essas e outras formas de tratamento devem ser prescritas por um médico.

Causas da ferritina alta

Uma taxa alta de ferritina, na maioria das vezes, não significa um excesso de ferro no organismo. Geralmente, a ferritina alta indica a ocorrência de doenças como hepatite, leucemia, doença de Hodgkin e síndrome metabólica (conjunto de doenças que pode envolver obesidade, hipertensão arterial e diabetes). Por isso, mais exames são sempre necessários quando uma pessoa apresenta elevação de ferritina em um exame de sangue.

O que comer com ferritina alta

A alimentação de um paciente com ferritina alta deve incluir leite, chás e café. Além disso, sementes e fibras são importantes para reduzir a capacidade do organismo de absorver ferro e com isso elevar a ferritina.

Alimentos a serem evitados com ferritina alta

Por outro lado, alguns alimentos devem ser evitados por paciente com níveis altos de ferritina. Entre eles estão as carnes vermelhas, leguminosas e frutas cítricas. O uso de suplementos que contenham ferro ou vitamina C, bem como a ingestão de bebidas alcoólicas, também deve ser reduzida durante a recuperação.

Foto: © Sebastian Kaulitzki - Shutterstock.com
Publicado por Natali_CCM. Última modificação: 26 de abril de 2017 às 14:58 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Ferritina alta ou baixa: o que fazer', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.
Remédio para tratar impingem
Como tirar espinha de peixe da garganta