Cólica renal


Definição

Uma cólica renal é uma síndrome caracterizada por uma violenta dor geralmente causada pelo deslocamento de um cálculo renal ou litíase urinária desde o rim até a uretra. Esse canal é muito estreito para evacuar o cálculo que é muito grande e permanece bloqueado. A uretra pode igualmente estar comprimida por um outro órgão, por um tumor, por uma inflamação ou por uma cicatriz após uma intervenção cirúrgica (mais raro). A dor causada é muito violenta e é uma das piores dores conhecidas na medicina.

Manifestações

dores extremamente importantes são sentidas de maneira súbita e brutal a partir das lombares em direção aos órgãos genitais. Um único lado é afetado e a dor irradia nos flancos, órgãos genitais e parte interna da coxa. O paciente transpira abundantemente mas não tem febre associada. Ele é pálido, angustiado e agitado e nenhuma posição acalma a dor. As urinas continuam normais, mas podem conter sangue.

Diagnóstico

o diagnóstico é feito graças a exames complementares e principalmente o ultrassom que permite revelar a presença de um obstáculo na uretra e de uma eventual retenção de obstrução no rim com uma dilatação das cavidades pielo-caliciais.
Complementamos geralmente o ultrassom com:
  • Uma radiografia que permite eliminar as outras causas de cores potenciais (pielonefrite, apendicite, oclusão intestinal, inflamação do cólon...), ou às vezes de visualizar o cálculo (alguns não são visíveis, isso depende da sua constituição):
  • Uma urografia intravenosa
  • Exames urinários, faixa urinária ou exame cito bacteriológico das urinas (ECBU) às vezes (para procurar uma bactéria que possa causar uma infecção urinária).

Tratamento

O primeiro objetivo do tratamento de uma cólica renal é aliviar as dores do paciente. Geralmente, isso se faz por via intravenosa com uso de anti-inflamatórios, antiespasmódicos e às vezes morfina. O cálculo pode se evacuar às vezes espontaneamente por vias naturais. Enquanto isso, ele pode igualmente persistir e sua retirada é portanto necessária. Podemos destruir o cálculo com litografia, uma técnica que desagrega os cálculos com uma onda de choque. Essa técnica não pode infelizmente ser usada com todos os cálculos. Outra solução consiste em passar uma sonda na uretra para desintegrar o cálculo (ureteroscopia). Como última opção, a intervenção cirúrgica é utilizada para alguns tipos de cálculos.

Prevenção

é possível prevenir as reincidências de cólicas renais consumindo muita água para manter uma diurese (quantidade de urinas evacuadas sobre 24 horas) superior a dois litros por dia. Alguns alimentos ricos em purinas (carnes, frios) são propensos à formação de cálculos: diminuir o seu consumo ou a tomada de alopurinol se isso for insuficiente permite prevenir a formação de algumas litíases.
Publicado por asevere. Última modificação: 24 de novembro de 2016 às 15:34 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Cólica renal', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.
Clonagem
Colite