Combatendo os gases intestinais

Agosto 2017


A produção de gases intestinais pelo organismo provoca desconforto e constrangimento social. Ainda que soltar gases ao longo do dia seja algo normal, existem medidas que podem ser tomadas para reduzir as liberações se essa experiência atrapalha seu convívio com outras pessoas. As ações devem se concentrar especialmente sobre a alimentação, conforme veremos.

Causas dos gases intestinais

Na maioria das vezes, a causa da formação de gases no intestino são os carboidratos consumidos nas refeições que não são metabolizados no estômago. Quando chegam ao intestino, que não tem capacidade orgânica de quebrá-los, as bactérias presentes nesse órgão fermentam a substância e produzem as flatulências. Por conta disso, dietas ricas em carboidratos geram gases intestinais. Além disso, fatores genéticos, intolerância à lactose e o hábito de se respirar pela boca também atuam como estimulantes da formação de flatos no intestino.

Gases são normais

Antes de passar às dicas para reduzir os gases, é importante salientar que expelir gases intestinais durante o dia é algo normal e, na maioria dos casos, as pessoas que reclamam e até procuram um médico por conta do problema estão dentro do nível de normal de flatulências por dia. Calcula-se que essa taxa seja de até 20 liberações diárias.

Dicas contra os gases

Quem se incomoda com os gases e quer reduzi-los deve focar em adaptar a sua dieta e alguns hábitos alimentares. Carboidratos e leguminosas, apesar de produzirem gases, não devem ser retirados do cardápio, mas é possível identificar alimentos específicos que aumentam a liberação de flatos e diminuir o consumo. Sucos industrializados, farinhas, cebola e repolho estão entre os mais apontados por pacientes.


Dê preferência para alimentos ricos em fibras e beba bastante líquido. Essas duas atitudes melhoram o trabalho do intestino, facilitando a digestão e reduzindo gases. Além disso, é importante mastigar bem durante as refeições para garantir que a digestão seja feita da melhor forma possível. Evite falar muito enquanto come para reduzir o nível de ar engolido e, consequentemente, de gases expelidos depois. Caminhar e praticar atividades físicas aeróbias estimula os movimentos intestinais e abaixa a quantidade de gases produzidos pelo órgão.

Foto: © Melodia plus photos - Shutterstock.com

Veja também

Publicado por Pedro.CCM. Última modificação: 9 de agosto de 2017 às 15:44 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Combatendo os gases intestinais', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.