Tribulus terrestris: quando e como usar

Dezembro 2017

O tribulus terrestris é um fitoterápico proveniente de uma erva encontrada principalmente no Mediterrâneo. Suas principais finalidades incluem o ganho de massa magra e o estímulo sexual, sendo, inclusive, conhecido como um “viagra natural”.


Tribulus terrestris e a mulher

Geralmente, as mulheres que fazem uso do tribulus terrestris têm o objetivo de reduzir os sintomas da menopausa. A planta funciona, ainda, como analgésico pode auxiliar a aliviar dores, inclusive as menstruais.

Tribulus terrestris e o homem

Essa planta tem o poder de aumentar a presença de testosterona no organismo, promovendo o ganho de massa muscular e aumentando o desejo sexual.

Benefícios do tribulus terrestris

Se consumido com acompanhamento médico, o tribulus terrestris pode melhorar o desempenho esportivo e aumentar a massa muscular, além de agir como estimulante sexual natural. Há, ainda, estudos que indicam sua atuação na prevenção do diabetes.

Relação entre tribulus terrestris e ganho de peso

Por aumentar a massa muscular e o nível de testosterona no organismo, especula-se que essa planta pode engordar, porém o que acontece é a substituição da massa gorda pela magra. O tribulus terrestris ajuda, ainda, a reduzir o inchaço, já que possui ação diurética.

Como tomar o tribulus terrestris

Comercializado em pó, o tribulus terrestris deve ser receitado de acordo com a necessidade de cada paciente. Geralmente, a dosagem varia de 250 mg a 1500 mg diários.

Efeitos colaterais do tribulus terrestris

Alguns estudos apontam que a planta pode gerar toxidade e ginecomastia (crescimento da mama nos homens). Por isso, é preciso consumir o tribulus terrestris com cautela e sempre com acompanhamento médico.

Foto: © Petr Podroužek - 123RF.com
Publicado por Natali_CCM. Última modificação: 14 de outubro de 2017 às 20:30 por Natali_CCM.
Este documento, intitulado 'Tribulus terrestris: quando e como usar', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.
Complicações do vírus H1N1
Riscos do colesterol alto