Hemangioma do fígado: causas e tratamento

Faça uma pergunta
O hemangioma do fígado, também chamado de angioma hepático, é um tumor que se desenvolve a partir de vasos sanguíneos do órgão.


Definição

O hemangioma do fígado é um tumor benigno, formado por pequenas cavidades preenchidas com sangue. Em diversos casos o tumor é múltiplo, sendo mais comum nos adultos entre 30 e 50 anos. Seu tamanho é, geralmente, inferior a 4 cm.

Diagnóstico do hemangioma do fígado

Na maioria dos casos, os hemangiomas do fígado são assintomáticos, ou seja, a pessoa que tem um angioma não apresenta sintoma. Eles são descobertos por acaso, durante uma tomografia ou ultrassom realizados no caso de outras investigações médicas.

Tratamento de hemangioma do fígado

Se o hemangioma do fígado mede menos de 4 cm, a situação não requer intervenção, e o acompanhamento não é necessário, uma vez que o tamanho desses angiomas é estável e as complicações são excepcionais.


Se a lesão for superior a 4 cm, e se o contexto dá a entender que trata-se de um câncer ou uma cirrose, procede-se a um exame de imagem. De qualquer forma, diante de um hemangioma comum sem complicações, com diagnóstico certeiro, nenhum tratamento é necessário.

Hemangioma do fígado é câncer?

Como o hemangioma do fígado é a consequência de uma má formação congênita não hereditária, não é possível preveni-lo ou evitá-lo. Em grande parte dos casos, ele é benigno e indolor e sua evolução não apresenta complicações.

Foto: © aksabir - Shutterstock.com