Anorexia do recém nascido

Faça uma pergunta

Definição

A anorexia do recém-nascido afeta as crianças, geralmente entre 4 de 10 meses de idade. Trata-se de uma reação em cadeia. A criança recusa a comida que lhe é dada, e quanto mais se tenta diferentes formas de alimentá-la, mais ela se recusa a comer qualquer coisa. A aparição dos transtornos é progressiva. A anorexia do recém-nascido desaparece geralmente por conta própria ou graças a cuidados médicos. Essa anorexia deve ser distinguida de uma anorexia reacional causada por um problema sério no quadro de uma infecção ou dores. Nesse caso, é necessário sanar a causa do problema e tudo se resolverá.

Manifestações

a criança afetada pela anorexia come cada vez menos ou bebe cada vez menos líquidos. Quando os pais se dão conta (geralmente a mãe, durante a amamentação ou a refeição), eles começam uma luta psicológica com a criança. Isso se segue por complicações em relação à comida. Sentindo o estresse dos pais, a criança recusa qualquer tipo de comida, sendo associada ao pai e à tensão do momento. É um circulo vicioso que deve ser interrompido para que a criança possa retomar os seus hábitos saudáveis em relação á alimentação.

Diagnóstico

um exame clinico da criança permite estabelecer um diagnóstico viável e eliminar todas as outras causas para a anorexia. Os pais devem consultar um médico especialista, como um pediatra ou psicólogo. O médico saberá dar conselhos adaptados à situação e tentar curar da melhor maneira possível a anorexia da criança.

Tratamento

um cuidado terapêutico permite encerrar o ciclo vicioso da recusa da comida e do estresse que essa situação causa, tanto para a criança quanto para os pais. É aconselhado às pessoas que cuidam da criança, a simular que não dão importância para o fato da criança estar recusando a se alimentar, não fazendo comentários, e reagindo de maneira neutra à sua recusa. É necessário igualmente alimentar a criança organizando jogos, deixando-a comer apenas quando ela quer e nas horas que ela quer. Relaxar e se livrar da pressão ajudará a criança a voltar a se alimentar com prazer.

Prevenção

O que é extraído dos estudos sobre a anorexia dos bebês é que se trata de uma expressão de um conflito com um ou ambos os pais da criança. Ocorre que a criança se alimenta normalmente na casa dos outros (familiares, avós...). Ao não deixar que a situação se torne u m conflito permite que a refeição ocorra normalmente. Dando mais liberdade à criança na hora da refeição, ela não perceberá mais esse momento como um momento de estresse, mas como um elemento do seu dia, da mesma forma que se vestir, tomar banho, etc.
Dra. Marta Marnet

CCM Saúde é uma publicação informativa realizada por uma equipe de especialistas de saúde e redatores supervisionados pela Dra. Marta Marnet (número de registro 19741 no Colégio de Médicos de Barcelona, Espanha).

Mais informações sobre a equipe do CCM Saúde

Veja também

Publicado por asevere. Última modificação: 16 de dezembro de 2014 às 14:47 por asevere.

Este documento, intitulado 'Anorexia do recém nascido', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.