Dieta anticolesterol



A realização de um regime anticolesterol é a primeira atitude a ser tomada para a redução das taxas sanguíneas de colesterol e diminuição do risco cardiovascular. Uma dieta balanceada tem potencial de diminuir de 10% a 15% a taxa de colesterol total no sangue e de 15% a 20% a de LDL, o chamado colesterol ruim. Em alguns casos, só o regime não basta e o uso de medicamentos é necessário, bem como a prática de atividade física regular.

Comer mais legumes

Consuma legumes ricos em vitaminas, fibras, minerais e antioxidantes. Procure comer ao menos cinco porções de legumes e frutas por dia. Os antioxidantes possuem efeito protetor para doenças cardiovasculares. Entre os alimentos ricos em antioxidantes estão o tomate, espinafre, cenoura, repolho e rabanete. Já os legumes ricos em fibras são milho, alho-poró, repolho, ervilhas, aipo. As fibras limitam a absorção do colesterol pelo intestino.

Comer menos carne

Consuma carnes em quantidades moderadas e dê preferência para peixes e porções menores durante as refeições. O consumo de carne vermelha deve se restringir a duas vezes por semana. Evite a carne de porco, boi e outras carnes gordas. Por outro lado, carnes brancas, como aves e peixes, podem ser consumidas em maior quantidade. Peixes são ricos em gorduras insaturadas, que favorecem a redução do colesterol ruim - LDL - e o aumento do colesterol bom - HDL.

Consumir menos açúcar e álcool

A diminuição do consumo de produtos açucarados e alcoólicos permite a redução da taxa de triglicerídeos do sangue. Em geral, cortar doces e álcool é a principal recomendação por parte de nutricionistas e endocrinologistas para pacientes que precisam fazer dieta para reduzir os níveis de colesterol LDL no sangue.

Foto: © subbotina - 123RF.com
Publicado por Pedro.CCM. Última modificação: 20 de julho de 2017 às 10:13 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Dieta anticolesterol', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.
Como seguir a dieta dos pontos
Infecções gastrointestinais: o que comer