Síndrome piramidal - Definição

Dezembro 2017


Definição de síndrome piramidal

A síndrome piramidal é um problema que afeta via piramidal, via nervosa que controla os movimentos voluntários. Essa via começa no sistema nervoso central e depois segue pela medula espinhal. Nesse nível, uma sinapse, comunicação entre dois neurônios, transmite o fluxo nervoso a um neurônio motor que age diretamente sobre o músculo através da junção neuromuscular, onde a contração é realizada. Em caso de lesão em uma parte desse sistema, por exemplo nas lesões do cérebro durante um acidente vascular cerebral, como uma hemiplegia, uma síndrome piramidal pode se instalar. Ela se manifesta principalmente por deficiência motora, hipertonia espástica ou elástica e reflexos exagerados.
Artigo original publicado por DRA. MARNET. Tradução feita por asevere. Última modificação: 27 de novembro de 2017 às 08:42 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Síndrome piramidal - Definição', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.
Síndrome do X frágil - Definição
Sinovite do joelho - Definição