Câncer de próstata

Novembro 2017

A próstata é uma glândula localizada logo abaixo da bexiga. Sua principal função é produzir o sêmem, líquido que protege o esperma. Além disso, a uretra, tubo que carrega a urina por todo o pênis, passa pelo meio da próstata.

A próstata aumenta de tamanho naturalmente com a idade e pode, de maneira progressiva, causar dificuldades para a urina passar por ela.


Fatores de risco do câncer de próstata

O fator de risco mais significante para câncer de próstata é a idade. 60% dos casos ocorrem em homens acima dos 70 anos.



Outros fatores de risco são o histórico familiar, raça (a doença é mais comum entre negros e pardos do que em brancos) e alimentação (há evidências de que o tomate protege contra o câncer e laticínios elevam o risco).

Além disso, alguns estudos apontam que pacientes com diabetes tem propensão menor para desenvolver câncer de próstata.

Estatísticas do câncer de próstata

Em 2014, foram registrados 68.800 novos casos de câncer de próstata no Brasil. O valor torna a doença a segunda modalidade de câncer mais comum no país, atrás apenas do câncer de pele.


A incidência da doença é de cerca de 70 portadores por 100 mil habitantes. Em 2011, último ano com dados disponíveis pelo Ministério da Saúde, 13.129 homens morreram por decorrência do câncer de próstata no Brasil.

Sintomas do câncer de próstata

Os sintomas do câncer de próstata se confundem com as consequências do aumento natural do tamanho da próstata.


O paciente sente necessidade de urinar com frequência, especialmente à noite, e experimenta dor e ardência quando urina ou ejacula. É possível encontrar sangue na urina e no esperma.

O portador urina em pequenas quantidades e também sente dores nas costas e quadril.

O câncer de próstata se desenvolve lentamente, às vezes durante mais de dez anos. Em outros casos, a doença é assintomática e o problema só é descoberto quando o homem morre por outras causas.

Diagnóstico do câncer de próstata

Se você apresenta sintomas, procure um urologista para que sejam feitas as investigações iniciais. O método mais utilizado é o exame de toque retal, que analisa o tamanho da próstata.


O exame de toque retal deve ser feito anualmente a partir dos 40 anos. Realizar o teste pode ajudar no diagnóstico precoce da doença, aumentando as chances de cura. Deixe o preconceito de lado!

Tratamento do câncer de próstata

O tratamento depende do estágio em que o câncer de próstata é descoberto. Entre as opções, há terapias hormonais, cirurgia para remoção da próstata, radioterapia e quimioterapia. A decisão sobre o método utilizado cabe ao especialista.


Ao longo do tratamento, o urologista vai monitorar sua eficácia e, terminado o processo, garantir que não haja remissão.

Foto: © sharptoyou - Shutterstock.com
Publicado por Pedro.CCM. Última modificação: 13 de outubro de 2017 às 08:20 por Natali_CCM.
Este documento, intitulado 'Câncer de próstata', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.