Esteatose hepática ou gordura no fígado

Novembro 2017

A esteatose hepática, também conhecida como “fígado gorduroso”, é uma condição que ocorre devido ao acúmulo de gordura no fígado, geralmente causada pelo consumo excessivo de álcool.


O que é esteatose hepática

Esteato é um termo que indica relação com gordura e, portanto, esteatose hepática significa literalmente fígado gorduroso ou fígado gordo. Quando o percentual de gordura excede os valores normais no fígado, ele passa a acumular gordura em excesso.

Causas da esteatose hepática

O acúmulo de gordura no fígado pode ser causado pelo consumo exagerado de bebidas alcoólicas, obesidade, diabetes mellitus, colesterol elevado, drogas, desnutrição ou gravidez.

Complicações da esteatose hepática

Quanto maior e mais prolongado for o acúmulo de gordura no fígado, maiores são os riscos de lesão hepática. Esse quadro é chamado de esteato-hepatite ou hepatite gordurosa. Nele, cerca de 20% dos pacientes evoluem para cirrose hepática. A esteatose hepática é mais comum no sexo feminino, provavelmente por ação do estrogênio.

Sintomas da esteatose hepática

A esteatose hepática não causa sintomas. Normalmente, o diagnóstico é feito através de exames de imagem, como ultrassonografias ou tomografias computadorizadas solicitadas por outros motivos. Alguns pacientes com esteatose hepática queixam-se de fadiga e sensação de peso no quadrante superior direito do abdômen.

Identificando a esteatose hepática

Além dos exames de imagem, as análises laboratoriais servem para avaliar o grau de lesão do fígado através das chamadas enzimas hepáticas (TGO e TGP ou AST e ALT) e de outros marcadores de doença do fígado, como a gama GT.

Graus de esteatose hepática

A esteatose hepática grau 1 (esteatose hepática leve) acontece quando há pequeno acúmulo de gordura; a esteatose hepática grau 2 acontece quando há acúmulo moderado e a esteatose hepática grau 3 ocorre quando há grande acúmulo de gordura no fígado. O único modo de se diagnosticar uma esteato-hepatite é através da biópsia hepática.

Como tratar a esteatose hepática

Não existe tratamento específico para esteatose. Deve-se tratar os fatores de risco, perdendo peso, praticando atividade física, reduzindo o colesterol e controlando o diabetes.

Foto: © romma - Shutterstock.com

Veja também

Publicado por Natali_CCM. Última modificação: 13 de setembro de 2016 às 11:27 por Natali_CCM.
Este documento, intitulado 'Esteatose hepática ou gordura no fígado', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.