Grupos sanguíneos e compatibilidade

Setembro 2017

Os grupos sanguíneos definem e separam os indivíduos de acordo com a variedade de antígenos e anticorpos presentes no sangue. Sua classificação é dada pelo sistema ABO, que aponta a presença ou ausência das proteínas no sangue de cada um.


Grupo sanguíneo no sistema ABO

Descoberto e formulado em 1900 pelo médico austríaco Karl Landsteiner, os grupos sanguíneos são quatro, de acordo com o sistema ABO: grupo A, grupo B, grupo AB e grupo O. Cada pessoa é enquadrada num grupo tendo em vista quais antígenos e anticorpos seu sangue possui.

As hemácias do sangue está o antígeno (chamado também de aglutinogênio) enquanto o plasma carrega os anticorpos (ou aglutinina). Uma pessoa que tenha sangue do grupo A, por exemplo, terá antígeno A e anticorpos anti-B. Por outro lado, portadores de sangue B possuem antígeno B e anticorpo anti-A.

Por fim, há os tipos AB e O. No primeiro, o indivíduo possui os dois antígenos - A e B - e não tem nenhum anticorpo. Já aqueles com sangue do grupo O não apresentam nenhum antígeno e contam com os dois tipos de anticorpos, tanto anti-A quanto anti-B.

Grupo sanguíneo e fator Rh

Além das categorias do sistema ABO, outra forma de classificar o tipo de sangue de uma pessoa é a partir do chamado fator Rh, outro antígeno que podem não estar presente no sangue. Quando o indíviduo possui o fator Rh dizemos que ele é Rh positivo (Rh+). Se não apresentar o antígeno dizemos que ele é Rh negativo (Rh-).

A combinação destas duas classificações aponta qual o tipo sanguíneo de uma pessoa. Em geral, o tipo sanguíneo do indivíduo é expresso com a fórmula grupo sanguíneo + fator Rh. Logo, temos pessoas que são, por exemplo, A+, AB-, O+ e B-, entre uma série de outras possibilidades.

Compatibilidade dos grupos sanguíneos

A importância de conhecer seu tipo sanguíneo se deve à possibilidade de se necessitar de uma transfusão de sangue por conta de perdas expressivas em um acidente, cirurgias ou por algumas doenças. A transfusão só pode ocorrer entre grupos compatíveis para evitar o contato do sangue do paciente com anticorpos ou antígenos correspondentes ao seu, o que pode provocar rejeição e destruição das hemácias, situação potencialmente grave.

Qual o tipo sanguíneo é doador universal

O grupo sanguíneo O é o doador universal, pois ele não possui antígenos em sua composição e por isso não provoca rejeição com nenhum grupo. Por outro lado, portadores de sangue O só podem receber sangue do mesmo grupo.

O inverso ocorre com o grupo AB. Indivíduos com este sangue são receptores universais, ou seja, podem receber sangue de qualquer outro tipo já que não possuem anticorpos em sua composição, logo não provocam rejeição. Por outro lado, pessoas deste grupo só podem doar sangue para outras pessoas também com sangue AB.

Já os tipos A e B têm incompatibilidade entre si e, portanto, não podem doar sangue um para o outro. Isto ocorre pois o encontro, por exemplo, do antígeno A de um paciente com sangue A com o anticorpo anti-A vindo de um doador com sangue B causaria rejeição deste sangue recebido.

Tipo sanguíneo e gravidez

O tipo sanguíneo de uma pessoa é um caráter hereditário, determinado pela combinação genética dos tipos sanguíneos da mãe e do pai. Desta forma, um indivíduo filho de pais com sangue A+, por exemplo, terão obrigatoriamente sangue A+ também. Já em casos de pais com sangues diferentes, a combinação entre ambos resultará no sangue do filho. Como exemplo, se a mãe da criança tiver sangue A e o pai tiver sangue B, o filho nascerá com sangue AB.

Tipos sanguíneos raros

Alguns tipos sanguíneos, como o O- (tipo O negativo) e AB+ (tipo AB positivo) são considerados raros. No entanto, há alguns classificados como raríssimos. Estes tipos são especialmente importantes pois são alvo de pesquisas científicas capazes de tratar doenças graves.

Foto: © Africa Studio - Shutterstock.com

Veja também

Artigo original publicado por maydo. Tradução feita por Pedro.CCM. Última modificação: 15 de setembro de 2017 às 09:48 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Grupos sanguíneos e compatibilidade', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.