Tratamento e prevenção da gengivite

Doença periodontal mais frequente, a gengivite é uma inflamação da gengiva causada por germes ou bactérias que se infiltram na raiz do dente. A gengivite é causada pela placa dentária, composta de bactérias, mucos e alimentos, que se forma sobre os dentes e que pode ser eliminada pela escovação regular e uso de fio dental. A gengivite é mais comum em pessoas afetadas por doenças que reduzem a capacidade de ação do sistema imunológico, como a AIDS e a diabetes tipo 1.


Sintomas da gengivite

Os sintomas mais frequentes da gengivite são vermelhidão da gengiva, inchaço gengival, sangramento após contato, frequentemente durante a escovação dos dentes, mau hálito. Em casos mais graves, a doença passa a dar coloração preta para a gengiva, sinal de uma necrose ou morte celular na região.


Além disso, situações extremas de gengivite também levam ao deslocamento dos dentes. Também são comuns a ocorrência de febre e dores na região, que podem inclusive impedir o consumo de alimentos sólidos.

Fatores de risco da gengivite

A existência de tártaro (placa bacteriana) nos dentes é o principal fator de risco para desenvolvimento da gengivite. Além disso, dentes mal alinhados e obturações mal instaladas, higiene bucal precária ou realizada de forma errada e carência de vitamina C podem ocasionar o problema. Por fim, estresse e tabagismo favorecem o aparecimento da doença.

Diagnóstico da gengivite

A gengivite é diagnosticada graças aos sinais físicos evocados. O dentista distinguirá, observando a inflamação da gengiva, uma infecção bacteriana de um vírus da herpes.

Complicações da gengivite

Caso não seja tratada a tempo, a gengivite pode se complicar e ocasionar uma periodontite, infecção crônica que pode causar a perda de um ou mais dentes.

Tratamento da gengivite

A gengivite é tratada com uma escovação minuciosa e utilização diário de fio dental. Também é recomendado utilizar antissépticos bucais que controlam a proliferação bacteriana em caso de gengivite avançada. No entanto, se a placa dentária persiste e ela se transforme em tártaro, apenas um dentista pode eliminá-la.

Prevenção da gengivite

A maneira mais simples e eficaz de prevenir a inflamação da gengiva é com a escovação regular dos dentes e uso de fio dental. Uma visita anual no dentista e uma limpeza profissional para tirar o tártaro são recomendados.
Publicado por asevere. Última modificação: 11 de novembro de 2015 às 10:55 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Tratamento e prevenção da gengivite', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.
Doença de Parkinson
Doença de Ledderhose