Escarlatina: sintomas e tratamento

Faça uma pergunta
A escarlatina é uma doença altamente infecciosa causada pela bactéria estreptococos do grupo A que afeta, principalmente, crianças entre cinco e dez anos.


Período de incubação de escarlatina

A doença começa com uma dor de garganta acompanhada por febre alta. A incubação da doença dura dois a cinco dias.

Sintomas da escarlatina

Pessoas que sofrem de escarlatina sentem febre alta, dor de garganta e sob a mandíbula, vômitos, dor abdominal e taquicardia. Outro sintoma, que dá nome à doença, são as erupções cutâneas (enxatemas) que afetam o paciente. A língua também muda de cor e fica vermelha em pacientes com escarlatina. A princípio, ela fica coberta por uma camada branca que então adquire uma cor vermelha semelhante à framboesa, tom típico da escarlatina. Também se torna mais espessa.

Erupções cutâneas

A erupção, sob a forma de manchas vermelhas, geralmente aparece um ou dois dias depois dos sintomas de angina - febre e dor de garganta. A pele vai progressivamente se tornando vermelha a partir das dobras do joelho e cotovelo. Em seguida, avança para o tórax e membros. A erupção não afeta solas dos pés ou palmas das mãos. Ela atinge o seu após dois ou três dias e desaparece em seis. Entre o fim da primeira semana e o final da segunda começa o processo de descamação.

Complicações da escarlatina

A escarlatina pode causar febre reumática aguda, condição que afeta as articulações, válvulas do coração e os rins. Essa doença pode deixar sequelas graves e seu tratamento deve ser feito de maneira imediata.

Tratamento da escarlatina

O tratamento da escarlatina, em geral, é feito com base em duas classes de medicamentos. Antibióticos devem ser prescritos imediatamente para evitar complicações renais ou cardíacas. Antitérmicos podem ser utilizados para reduzir a febre.

Contágio da escarlatina

A escarlatina é contagiosa desde o início dos sintomas de angina até dois dias após o início da ingestão de antibióticos ou até começar a desaparecer os focos de escamação, se nenhum tratamento antibiótico for utilizado.

Período de recuperação da escarlatina

É recomendável descanso de duas semanas e não frequentar a escola, universidade ou trabalho por um período de dois dias a duas semanas. Do mesmo modo, é essencial que a família receba um tratamento preventivo.

Foto: © Suzanne Tucker - Shutterstock.com
Dra. Marta Marnet

CCM Saúde é uma publicação informativa realizada por uma equipe de especialistas de saúde e redatores supervisionados pela Dra. Marta Marnet (número de registro 19741 no Colégio de Médicos de Barcelona, Espanha).

Mais informações sobre a equipe do CCM Saúde

Veja também