Espinhas: as causas e os tratamentos para acne

Abril 2018

Acne é o nome dado a espinhas e cravos que surgem na pele por conta de processos inflamatórios das glândulas sebáceas. Muito comuns na adolescência, as espinhas também pode surgir na fase adulta.


As causas da acne

O surgimento das espinhas quase sempre está relacionado aos hormônios, que começam a ser produzidos na puberdade e geram alterações nas características da pele. Produzidos tanto por homens quanto por mulheres, os hormônios sexuais que causam a acne estimulam as glândulas sebáceas da pele especialmente no rosto, costas, ombros e peito.


Outros fatores como situações de estresse, período menstrual, alguns medicamentos corticoides, vitaminas do complexo B, bem como contato com óleos ou produtos gordurosos podem agravar o surgimento de espinhas e cravos no rosto.

Tratamento para acne

Quanto mais cedo a acne for tratada, melhor, tanto por motivos estéticos quanto por questões de saúde da pele, evitando cicatrizes. O tratamento varia de acordo com a intensidade dos sintomas, mas pode incluir terapia tópica ou oral, além da combinação de ambas.

Para o tratamento tópico são utilizadas pomadas com ácido salicílico, peróxido de benzoíla, retinoides (tretinoína, adapaleno), antibióticos e ácido azeláico. Casos mais graves pedem o uso de antibióticos orais da classe das ciclinas, associados ao tratamento local.

Mulheres podem se beneficiar do tratamento com anticoncepcionais orais para combater a acne. Peelings químicos, microdermabrasão, alguns tipos de laser e luzes, além de esfoliações químicas, são outras alternativas para combater a acne, tanto em adolescentes quanto em adultos.

Importante: todo e qualquer procedimento, além da ingestão de medicamentos, devem ser recomendados e acompanhados por um dermatologista.

Remédio para espinhas

Casos mais graves de acne pedem o uso de medicamentos específicos, tais como a isotretinoína oral, que deve ser ingerida com muito cuidado, pois é contraindicado em casos possíveis de gravidez, além de gerar alguns efeitos colaterais como ressecamento dos lábios, nariz, olhos e pele, aumento do colesterol, triglicerídeos e enzimas hepáticas. Quem faz uso desse remédio precisa, inclusive, manter-se longe do sol e das bebidas alcoólicas.

Pomada para espinha

Atualmente, existe uma série de pomadas para espinha disponíveis em farmácias, além das que podem ser manipuladas de acordo com uma prescrição médica. Em geral, para acne vulgar, ou seja, com simples cravos e espinhas, algumas pomadas indicadas são Acnase, Asepxia e Benzac (todas à base de Peróxido de Benzoíla). Já a acne interna pede um tratamento com pomadas à base de adapaleno.

Remédio caseiro para espinhas

A principal medida que deve ser tomada para combater as espinhas é controlar a oleosidade da pele, algo que pode ser conseguido com alguns produtos naturais como o chá de hortelã, que pode ser utilizado, gelado, para lavar o rosto todos os dias.

Arroz e mel também são dois ingredientes que ajudam a desinflamar a pele. Basta misturar 2 colheres de arroz cozido com 1 colher de mel, bater tudo no liquidificador e aplicar essa máscara pastosa no rosto, deixando agir por 15 minutos.

Como tirar mancha de espinha

As manchas de espinha, principalmente as que foram espremidas, podem demorar muito tempo para sair ou, em alguns casos, deixar manchas bastante resistentes. Para combater esses sinais é possível adotar algumas medidas caseiras ou, ainda, recorrer a medicamentos receitados pelo dermatologista. Peelings também ajudam a remover essas manchas de acne.


Uma solução caseira para tirar mancha de espinha é utilizar vinagre de maçã e cebola. Basta cortar uma cebola ao meio e mergulhá-la em metade de uma xícara com vinagre de maçã. Depois de 10 minutos, esfregue a cebola nas manchas e deixe agir por mais 10 minutos, enxaguando com água na sequência.

A Aloe Vera também ajuda a regenerar a pele, removendo manchas. Basta apenas colocar a polpa da planta em um recipiente e adicionar o suco de um limão. Misture bem e aplique no rosto em movimentos circulares. Deixe agir por 20 minutos e retire. Atenção: lave bem o rosto e evite tomar sol para que o limão não manche a pele.

Foto: © Maridav - Shutterstock.com
Publicado por Natali_CCM. Última modificação: 20 de março de 2018 às 13:01 por Bruna.CCM.
Este documento, intitulado 'Espinhas: as causas e os tratamentos para acne', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.
Os benefícios da caminhada para a saúde
Tipos de manchas na pele