Minancora: os principais usos da pomada

A pomada Minancora, com mais de 100 anos de existência, é indicada como antisséptica e cicatrizante, prevenindo e tratando infecções na pele.


Apresentação

Com óxido de zinco, cloreto de benzalcônio e cânfora em sua composição, a pomada Minancora é tradicional e tem sido utilizada há muitas décadas para tratar os mais variados problemas de pele. Sua linha de produtos compreende a pomada em embalagem plástica e a gama de produtos Action, indicada para combater cravos e espinhas.

Para que serve a pomada Minancora?

A Minancora é muito utilizada para secar espinhas, tratar frieiras, assaduras, pequenas queimaduras e escaras. Também auxilia no tratamento de picadas de insetos, urticárias e pequenos ferimentos na pele. Alguma pessoas fazem uso da pomada Minancora como desodorante, já que ela previne mau cheiro, podendo também ser utilizada nos pés. Por conter óxido de zinco, essa pomada é indicada para clarear as olheiras.

Minancora ajuda no tratamento de espinhas?

Por muitos anos a pomada tem sido utilizada no tratamento e no combate a cravos e espinhas. Sua composição combate infecções, diminui inflamações e ajuda na cicatrização. A linha Minancora Action, lançada recentemente, é composta por loção, tônico, esponja, sabonete e gel com a finalidade de eliminar espinhas e melhorar o aspecto da pele.

Contraindicações

Esta pomada é contraindicada para crianças menores de 2 anos e pessoas que tenham hipersensibilidade aos componentes da fórmula.


Foto: © Minancora.
Publicado por Natali_CCM. Última modificação: 20 de março de 2018 às 13:25 por Bruna.CCM.
Este documento, intitulado 'Minancora: os principais usos da pomada', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.
Como usar a pedra hume
Radiofrequência: quando é indicada e seus benefícios