Sibutramina: para que serve, como tomar e efeitos colaterais

Faça uma pergunta
A sibutramina é um medicamento inibidor do apetite utilizado para o tratamento da obesidade. Seu nome comercial de referência é Reductil. Atualmente, esse remédio é comercializado no Brasil em comprimidos de 10 e 15 miligramas.


Para que serve (indicação)

A sibutramina é indicada para perda de peso e tratamento da obesidade. Seu uso só pode ser feito sob prescrição médica e com receita controlada, sendo enquadrada no grupo de medicamentos de tarja preta. O remédio, no entanto, deve ser combinado com atividade física e dieta balanceada.

A sibutramina é um medicamento cujo uso gera muita polêmica na comunidade científica. Em 2010, a Agência Europeia de Medicamentos (EMA, na sigla em inglês) proibiu a venda de sibutramina pois os riscos associados à droga eram maiores que os benefícios. No Brasil, o remédio segue sendo comercializado.

Como tomar (posologia)

Em meio à polêmica sobre a proibição da sibutramina na União Europeia, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou que o medicamento deve ter dose diária máxima de 15 miligramas. Dentro desse limite, a posologia de cada paciente deve ser definida pelo médico.

Efeitos colaterais

Os efeitos colaterais da sibutramina são numerosos e perigosos. Entre as reações mais comuns associadas ao uso desse medicamento estão náuseas, insônia, formigamento, crises de ansiedade, palpitações e aumento da pressão arterial e da frequência cardíaca. Por fim, há maior risco de infarto e acidente vascular cerebral.

Contraindicações

A sibutramina tem uma lista longa de contraindicações. Em primeiro lugar, estão as grávidas e mulheres durante a amamentação. O risco de problemas cardíacos impede o uso por pacientes hipertensos e com outras doenças cardiovasculares. Além disso, portadores de doenças hepáticas e renais, glaucoma e epilepsia também não devem fazer uso de sibutramina.

Composição

Um comprimido de sibutramina é composto por 10 ou 15 miligramas de cloridrato de sibutramina monoidratada, a depender da dosagem, e excipientes (celulose microcristalina, dióxido de silício, estearato de magnésio e lactose).

Foto: © Igor Zakharevich - 123RF.com
Dra. Marta Marnet

CCM Saúde é uma publicação informativa realizada por uma equipe de especialistas de saúde e redatores supervisionados pela Dra. Marta Marnet (número de registro 19741 no Colégio de Médicos de Barcelona, Espanha).

Mais informações sobre a equipe do CCM Saúde