Período fértil: cálculo e sintomas

Faça uma pergunta
O período fértil corresponde aos dias em que existe maior possibilidade da mulher engravidar. Ele dura os seis dias anteriores ao início da menstruação. Por conta disso, o período fértil ocorre todos os meses após a primeira menstruação da mulher. O período fértil está associado à ovulação e ocorre nos quatro dias anteriores e nas 24 horas seguintes à ovulação.


Como calcular o período fértil

O cálculo do período fértil é feito com base no cálculo da data da ovulação, dia de maior fertilidade da mulher. Esta conta só tem validade para mulheres com ciclo menstrual regular e que dure entre 21 e 35 dias. Nestes casos, o cálculo é bastante simples.

Em ciclos normais - de 28 dias - a ovulação se dá no 14º dia do ciclo, que tem sua contagem iniciada com a menstruação. Portanto, 14 dias após o começo da menstruação é a data da ovulação e, consequentemente, o período fértil irá do 10º ao 15º dia do ciclo.


Já em ciclos de tamanhos diferentes - entre 21 e 35 dias - é preciso subtrair 14 do total de dias do ciclo. Ou seja, em ciclos de 30 dias, por exemplo, ao se calcular 30 - 14 teremos 16, o que significa que a ovulação, nesse caso, ocorre no 16º dia do ciclo e o período fértil se estende do 12º ao 17º dia do ciclo.

Mais um exemplo: para mulheres com ciclos de 25 dias, a conta a ser feita é 25 - 14 = 11. Logo, para estas mulheres, a ovulação ocorre no 11º dia do ciclo. Assim, o período fértil irá do 7º ao 12º dia do ciclo menstrual.

Período fértil irregular

Mulheres que têm ciclos menstruais irregulares não terão condições de realizar o cálculo da data da ovulação e, portanto, terão muita dificuldade para determinar seu período fértil. Nestes casos, a mulher deve anotar por três ou quatro meses a duração do ciclo menstrual para, a partir daí, encontrar uma média da duração e conseguir ter alguma ideia do momento da ovulação. Além disso, a mulher deverá se manter ainda mais atenta aos sintomas do período fértil.

Período fértil e anticoncepcional

Quem faz uso da pílula anticoncepcional de maneira correta - todos os dias e em horários regulares - não ovula e, assim, não apresenta período fértil. Para que uma mulher que faz uso de anticoncepcional ovule (e tenha chances de gravidez) é preciso que ela deixe de tomar a pílula em um ou mais dias - principalmente na primeira semana da cartela - ou faça uso de outros medicamentos, como antibióticos e imunossupressores, que reduzem a eficácia do contraceptivo.

Sintomas do período fértil

O principal sintoma do período fértil feminino é o aumento do volume de secreção vaginal. O muco transparente secretado se deve ao aumento de liberação do hormônio estradiol e auxilia na entrada de espermatozoides para fecundação. Durante o período fértil também é possível notar aumento do apetite, pequena elevação da temperatura corporal e maior formação de cravos e espinhas. Além disso, algumas mulheres experimentam aumento do desejo sexual e/ou instabilidade emocional similar à TPM.

Gravidez fora do período fértil

As chances de gravidez fora do período fértil são muito reduzidas. Isso ocorre pois é necessário que a mulher tenha liberado um óvulo para que os espermatozoides realizem a fecundação. Desta forma, se não houver ovulação, não haverá gravidez. A única maneira de ocorrer uma gravidez fora do período fértil é se a mulher tiver ovulado fora do período.

© Svetlana Larina - Shutterstock.com
Dra. Marta Marnet

CCM Saúde é uma publicação informativa realizada por uma equipe de especialistas de saúde e redatores supervisionados pela Dra. Marta Marnet (número de registro 19741 no Colégio de Médicos de Barcelona, Espanha).

Mais informações sobre a equipe do CCM Saúde