Cura do HPV: como proceder

O HPV (Papilomavírus humano) tem cura, mas seu processo nem sempre é fácil, já que o vírus pode não ser eliminado do organismo. No entanto, é possível que o paciente não apresente sintomas ou sofra complicações da doença após a realização de um tratamento adequado.


Tratamento e cura do HPV

Se o tratamento for realizado corretamente, a tendência é de que as lesões desapareçam completamente, gerando o diagnóstico de 'curado', mesmo que o vírus não tenha sido totalmente eliminado.

Sinais de cura do HPV

Um dos indícios de cura do HPV é a eliminação das verrugas. Entretanto, sua ocorrência exige um acompanhamento médico porque elas podem ser tão pequenas que se tornam imperceptíveis a olho nu. Nesses casos, apenas o exame Papanicolau e a peniscopia confirmariam a eliminação total das verrugas.

Quando o HPV desaparece sozinho

Quando não gera sintomas, o HPV desaparece sozinho em até dois anos após a contaminação, sendo eliminado pelo sistema imunológico da pessoa infectada. Por isso, é importante fazer exames médicos pelo menos 1 vez por ano para rastrear o HPV e iniciar o tratamento adequado, que deve ser seguido até o fim para realmente combater o vírus.

Tratamento do HPV

O tratamento do HPV pode ser feito em casa, a partir da prescrição de pomadas e/ou medicamentos pelo médico especialista, ou em clínicas ginecológicas por meio de técnicas cirúrgicas como a cauterização ou crioterapia. Durante o período de realização do tratamento, é aconselhada a adoção de uma alimentação saudável e o uso de preservativo em todas as relações para diminuir as chances de contaminação ou de reinfecção.

Foto: © Vladimir Gjorgiev - Shutterstock.com
Publicado por Natali_CCM. Última modificação: 13 de março de 2017 às 13:26 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Cura do HPV: como proceder', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.
Desmaio pós-orgasmo feminino
Como se dá a excitação masculina