Nistagmo: causas e tratamentos

O nistagmo é uma condição oftalmológica caracterizada por oscilações repetidas e involuntárias do globo ocular. Tais oscilações podem se dar de maneira horizontal, vertical ou circular. O nistagmo afeta a visão ao debilitar a capacidade de focalização do paciente.


O que é o nistagmo normal

Todas as pessoas realizam nistagmos durante o dia. A oscilação do globo ocular ocorre quando movemos a cabeça. Neste momento, os olhos, por reflexo e de maneira involuntária, se ajustam à nova posição realizando oscilações desta natureza. Há, no entanto, o nistagmo patológico e que ocorre mesmo com a cabeça parada. É desta forma que iremos tratar de agora em diante.

Causas do nistagmo

O nistagmo ocorre por conta de lesões no labirinto, região do ouvido interno. Alterações nesta região podem ocorrer por conta do uso de alguns medicamentos, abuso de álcool e outras drogas, deficiência de vitamina B12 e mesmo casos de labirintite.

Nistagmo congênito

Além do chamado nistagmo adquirido - relacionado a causas externas - existe também a forma congênita do nistagmo. Neste caso, as oscilações são mais brandas e o próprio paciente não é capaz de percebê-las. Em geral, ele surge por malformação na comunicação entre olho e cérebro.

O tratamento do nistagmo congênito é bastante complexo e não há tratamentos específicos para ele. Porém, pode-se recorrer ao uso de lentes de contato ou prismas, alguns remédios e terapia de oclusão alternada dos olhos como forma de tentar corrigir o problema.

Tratamento do nistagmo

Nos casos de nistagmo adquirido, deve-se descobrir a causa do problema para se realizar o tratamento adequado. Quando o problema é decorrência do uso de medicamentos, a simples interrupção do uso já garante o fim das oscilações oculares.

Cirurgia para o nistagmo

Em pacientes mais graves, a realização de procedimentos cirúrgicos é uma opção para melhorar a capacidade visual do paciente.

Nistagmo tem cura

O nistagmo tem cura em casos específicos. Como visto, algumas causas do nistagmo adquirido, se tratadas de maneira correta, são de fácil recuperação e garantem melhora completa. Por outro lado, alguns casos, principalmente de nistagmo congênito, são de difícil resolução total.

Foto: © Lucky Business - Shutterstock.com
Publicado por Pedro.CCM. Última modificação: 9 de janeiro de 2018 às 10:23 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Nistagmo: causas e tratamentos', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.
O que é depressão: tipos da doença
O que é artrite: causas e sintomas