0
Obrigado

Algumas palavras de agradecimento nunca são demais.

Gonorreia: sintomas, diagnóstico e tratamento


A gonorreia, ou blenorragia, é uma doença sexualmente transmissível causada pela bactéria Neisseria gonorrhoeae. A gonorreia é uma doença benigna se o tratamento for feito de maneira precoce e adequada.


Definição de gonorreia

A gonorreia uma infecção bacteriana dos órgãos genitais e urinários e é possível contraí-la por via vaginal, oral ou anal. Sexualmente transmissível, ela é passada de uma pessoa para outra por meio de relações sexuais desprotegidas. Seu tratamento é considerado relativamente simples, mas caso não seja realizado as complicações da doença podem ser bastante graves.

Sintomas da gonorreia

O período de incubação da bactéria causadora da gonorreia varia de dois a sete dias. Na maioria dos casos, principalmente entre mulheres, a doença é assintomática. Quando ocorrem sintomas, os mais comuns são corrimento vaginal, dormência dos canais urinários e inflamação da uretra, colo do útero e reto. Nos homens, os sinais mais frequentes são queimação ao urinar, secreção de pus de cor branca ou amarelada pela uretra, dores nos testículos e coceira uretral.

Diagnóstico da gonorreia

Como toda condição que afeta os órgãos genitais, um médico urologista ou ginecologista deve ser consultado ao primeiro sinal de algum problema na região. O diagnóstico bacteriológico da gonorreia tem como objetivo identificar a presença do gonococo. Para tanto, é necessário recolhimento de uma amostra na uretra (homens) e no colo do útero (mulheres). Em geral, exames complementares não são necessários.

Tratamento da gonorreia

Por ser uma infecção bacteriana, o tratamento de gonorreia é feito a partir de antibióticos, seja por via intramuscular ou oral. Se o tratamento não for realizado, a gonorreia pode desencadear, nas mulheres, inflamações nas trompas de Falópio, condição que pode provocar infertilidade e aumentar os riscos de uma gravidez ectópica. Nos homens, o principal risco é de inflamação da próstata, que também é capaz de causar esterilidade.

Prevenção da gonorreia

Como todas as demais doenças sexualmente transmissíveis, a gonorreia pode ser prevenida com uso de preservativos em todas as relações sexuais.

Gonorreia super resistente

Nos últimos anos, o surgimento de superbactérias, que apresentam resistência a todos ou quase todos os antibióticos disponíveis no mercado, tem sido alvo de intensa preocupação das autoridades de saúde mundo afora. Um dos casos mais notórios é o da gonorreia. Em diferentes países, como China, Brasil e Reino Unido, as infecções incuráveis de gonorreia têm se espalhado. A melhor maneira de combater tal situação é prevenindo a doença e realizando tratamento antibiótico apenas sob prescrição médica.

Foto: © sharptoyou - Shutterstock.com

Veja também

0 Comentário