Complicações da diabetes infantil

Mais de 30% das crianças internadas com diabetes já apresentam ao menos uma complicação da doença. O diagnóstico tardio da doença entre os pequenos é responsável pela aparição frequente de sintomas severos, como problemas de visão, neuropatias e doença renal. Estas complicações, além disso, agravam a doença e diminuem a expectativa de vida dos portadores. A ocorrência de algum destes problemas também exige hospitalização de urgência para tratamento.


Retinopatia diabética

A retinopatia diabética, doença da retina, é uma das principais complicações da diabetes, que é a maior causa de cegueira em todo o mundo. A retinopatia diabética afeta mais crianças e adolescentes. Provoca transtornos de visão, podendo levar até mesmo a quadros de cegueira total.


A maioria das anomalias de retina provocadas pela diabetes é silenciosa e não apresenta sintomas. O tratamento da retinopatia diabética consiste em controlar a diabetes e a pressão arterial. Além disso, o uso de fotocoagulação a laser garante que quadros de retinopatia já avançados sendo tratados com a cicatrização das lesões.

Nefropatia diabética

A nefropatia diabética é uma complicação da diabetes relacionada a lesões dos pequenos vasos sanguíneos dos rins. Normalmente, essa doença não apresenta sintomas no início de sua aparição. O diagnóstico é feito pouco tempo depois por meio de exame de urina que vai detectar proteinúria (presença de proteínas na urina).

A nefropatia diabética pode evoluir para um quadro de insuficiência renal crônica. Os sintomas são fadiga, infecção urinária, edemas dos membros inferiores, hipertensão arterial, entre outros. Microalbuminúria na urina deve ser sinal de alerta para o risco de complicações renais em diabéticos.

Neuropatia diabética

A neuropatia diabética afeta o conjunto de distúrbios nervosos, atuando principalmente sobre o sistema nervoso periférico e membros inferiores (neuropatia periférica). Os sintomas são diminuição da sensação de dor e da sensibilidade ao calor, secura da pele com formação de machucados, má irrigação dos pés que pode causar fraturas que passam despercebidas e deformações dos pés formando calos.

A neuropatia diabética pode afetar apenas um nervo, como o nervo motor ocular, o que provoca diplopia (sensação de visão dobrada). A doença também pode afetar o sistema nervoso vegetativo e provocar palidez, taquicardia, diarreia, prisão de ventre e dificuldade em esvaziar a bexiga.

Outras complicações da diabetes infantil

Lipodistrofias

As lipodistrofias se devem a nódulos situados no local onde são aplicadas as injeções de insulinas.

Hiperglicemia matutina

A hiperglicemia matutina é provocada por um quadro de baixa eficácia da insulina ou por aumento da glicemia em reação à queda do nível de glicose no sangue durante a noite.

Transtornos de crescimento

Os transtornos de crescimento provocados pela diabetes podem provocar bloqueio do ganho de altura da criança acompanhado de obesidade e aumento do volume do fígado.

Foto: © Oksana Kuzmina - 123RF.com

Veja também

Publicado por Pedro.CCM. Última modificação: 11 de janeiro de 2018 às 10:00 por Pedro.CCM.
Este documento, intitulado 'Complicações da diabetes infantil', está disponível sob a licença Creative Commons. Você pode copiar e/ou modificar o conteúdo desta página com base nas condições estipuladas pela licença. Não se esqueça de creditar o CCM Saúde (saude.ccm.net) ao utilizar este artigo.
Para que serve o soro caseiro
Hepatite B: grupos de risco